Menu
Busca quinta, 24 de junho de 2021

Luis Fabiano perde pênalti, mas faz dois e brilha na goleada que põe o São Paulo na semifinal

Luis Fabiano perde pênalti, mas faz dois e brilha na goleada que põe o São Paulo na semifinal

21 abril 2012 - 19h48
Uol

A noite foi de Luis Fabiano. Com um golaço de falta e outro belo tento após passe de Casemiro, o atacante afastou qualquer chance da torcida São Paulo sair chateada do Morumbi, especialmente após vê-lo perdendo um pênalti. O time de Émerson Leão venceu por 4 a 1 o Bragantino e agora só espera o adversário na semifinal do Campeonato Paulista que sai do confronto entre Santos e Mogi Mirim, neste domingo. Os outros gols dos donos da casa foram de Fernandinho e Osvaldo. Junior Lopes descontou para o visitante.

Ao mesmo tempo em que vai dormir feliz pelos gols, Luis Fabiano não esquecerá tão cedo o árbitro Wilson Seneme, que deu o cartão amarelo que o tirou do próximo jogo do time na competição. Os também pendurados Rhodolfo, Denilson, João Filipe e Rodrigo Caio escaparam deste problema, pelo menos por enquanto.

No jogo deste sábado, a primeira boa chance do São Paulo foi aos 10 minutos. Piris recebeu passe pela direita, cruzou e achou Lucas, sozinho na entrada da pequena área. O camisa 7, no entanto, cabeceou com pouca força e não dificultou para Rafael fazer a defesa. Nove minutos depois, Jadson fez boa jogada pelo meio e deu belíssimo passe para Fernandinho, que dominou de peito e abriu o placar com um chute de chapa, com o pé direito.

O gol deu uma acalmada no jogo. O São Paulo passou a controlar a bola para não tomar sustos e só atacava em jogadas bem articuladas, sem correr risco e sem precisar desestruturar o time. Aos 33, Jadson deu bom passe para Luis Fabiano, que deixou a bola passar por ele, tomou a posição certa para chutar, mas acertou na rede pelo lado de fora do Bragantino.

Três minutos depois, Denilson furou chute e colocou a bola para trás, forçando Denis a fazer ótima defesa. Depois, aos 42, naquela que seria a melhor chance dos visitantes durante todo o primeiro tempo, que acabou com o placar de 1 a 0, Ferraz fez tabela com seu companheiro e só não comemorou o empate porque Denis espalmou.

No começo do segundo tempo, o Bragantino deu dois sustos e por pouco não empatou o placar. Aos 3 minutos, Léo Jaime passou pelo marcador e acertou chute cruzado, que raspou a trave esquerda de Denis. Logo depois, aos 4, Romarinho recebeu passe de letra de Giancarlo e só não empatou porque Denis fez outra ótima defesa.

O ditado de quem não faz toma veio à tona, e Luis Fabiano ampliou a vantagem com um golaço de falta, que colocou no ângulo de Rafael Santos batendo pela esquerda do ataque. A bola saiu do meio de campo, a torcida terminava a comemoração, e Seneme já marcaria um pênalti para o São Paulo. Fernandinho foi derrubado na área e deu a chance para Fabuloso ampliar a vantagem. Ele acertou a trave, com direito a desvio do goleiro.

O erro deu ânimo ao Bragantino, que quase diminuiu a desvantagem com Giancarlo, que driblou dois adversários pela esquerda e acertou a rede pelo lado de fora. O jogo pegava fogo, e Lucas, na sequência, acertou o pé da trave esquerda de Rafael, chutando do bico direito da grande área. Aos 19, o time do interior finalmente encontrou o caminho do gol. Em escanteio batido pela esquerda, Junior Lopes subiu em cima da zaga são-paulina e contou com a colaboração de Denis para diminuir o placar.

O Bragantino começava a se assanhar no ataque, mas logo recebeu um balde de água fria. Casemiro deu passe perfeito para Luis Fabiano, que dominou no peito, esperou o quique da bola e ampliou a vantagem, garantindo o São Paulo na semifinal do Campeonato Paulista. Lucas, por pouco, não ampliou o placar aos 35 minutos, após chute muito forte da direita da área. Quando a torcida começava a sair do estádio, aos 38, Osvaldo aproveitou falha da zaga e concretizou a goleada.

Deixe seu Comentário

Leia Também

ECONOMIA
Empresários têm até o dia 30 para renegociar débitos do Fadefe com desconto de até 100% nas multas
TEMPO
Quinta-feira de tempo firme e grande amplitude térmica
POLÍTICA
Ricardo Salles pede demissão do Ministério do Meio Ambiente
ECONOMIA
Governo deve anunciar prorrogação do auxílio nesta semana, diz Guedes