Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021

Viagem para o Mundial de Clube tem Corinthians intranquilo e risco de perder Guerrero

Viagem para o Mundial de Clube tem Corinthians intranquilo e risco de perder Guerrero

03 dezembro 2012 - 13h10
Uol

O Corinthians idealizava uma viagem tranquila para Dubai nesta terça-feira de madrugada. O time vinha de seis jogos sem derrota e com seus principais titulares inteiros. Mas o revés para os reservas do São Paulo no domingo, 3 a 1, no Pacaembu, e a contusão de Guerrero causaram apreensão no ambiente alvinegro.





“É um clássico e não deveríamos perder. Infelizmente não foi nosso dia. Agora é trabalhar pensando no Mundial. Acordar com isso na cabeça”, avisou o goleiro Cassio.

Titular e único centroavante do elenco para o Mundial de Clubes, Guerrero sofreu contusão no joelho direito e será avaliado clinicamente horas antes do embarque. O time segue para os Emirados Árabes, onde fará um treino antes de chegar ao Japão.

Tite tratou a derrota para o São Paulo como um teste de “tranquilidade e reação” falou em aprendizado para o Mundial e acredita que Guerrero esteja recuperado até o dia 12, na estreia em Toyota.

“Eu senti que quando o Guerrero dividiu a bola, ele sentiu. Vai ser avaliado. Mas acho que terá tempo hábil para o Mundial”, declarou Tite.

Caso Guerrero seja vetado, Tite tem como opções Jorge Henrique, Martínez e Romarinho. Ausente na derrota por 3 a 1, Paulo André se recupera de dores no joelho e é dado como certo para o torneio.

A torcida corintiana prepara festa no aeroporto de Guarulhos nesta segunda-feira à noite para se despedir do elenco. O Corinthians treinará na quarta-feira no CT do Al Nasser. Fora da lista de relacionados para o Mundial, o volante Guilherme acompanhará o elenco.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Segunda etapa da vacinação contra influenza começa na próxima semana
CRIME AMBIENTAL
PMA de Bonito e Iagro autuam dono de chácara em R$ 2,6 mil por criação ilegal de javalis
SAÚDE
Pesquisa revela que 1,3 mil municípios ficaram sem segunda dose
Número representa 45% das prefeituras que responderam à sondagem
MS
Ex-marido acusado de feminicídio vai a júri popular