Menu
Busca quarta, 16 de junho de 2021

Águia e Naviraiense empatam no 1º jogo da final

Águia e Naviraiense empatam no 1º jogo da final

02 maio 2012 - 23h25Por G1/MS
Que as duas equipes mais fortes do futebol sul-mato-grossense fariam uma final equilibrada, isso já era algo esperado. Mas a igualdade entre Naviraiense e Águia Negra foi além do placar de 1 a 1. Revelou o acerto da estratégia dos dois técnicos, Itamar Bernardes e Cláudio Roberto. Os visitantes não se intimidaram no estádio Virotão e saíram na frente logo na primeira etapa. Só que o time de Naviraí manteve a disciplina tática e chegou ao empate no segundo tempo.

Por ter feito melhor campanha ao longo da competição, o Águia Negra joga pelo empate para sagrar-se bicampeão estadual. Ao Naviraiense, só a vitória dará o segundo título sul-mato-grossense ao clube. Os dois finalistas já estão garantidos na Copa do Brasil em 2013.

Conhecendo o estilo de jogo do adversário, o Naviraiense apostou no controle da bola nos minutos iniciais para ditar o ritmo da partida. Só que o Águia Negra marcava com eficiência no meio de campo, atrasando a progressão ofensiva dos donos da casa. Restava ao Jacaré do Cone Sul tentar as ligações diretas: foram quatro lançamentos em menos de dez minutos de bola rolando.

Aos 12 da primeira etapa, o time de Naviraí chega pela primeira vez com perigo ao gol rubro-negro, em cobrança de falta de Maílson. A bola alçada despretensiosamente na grande área encontra o atacante Cristiano livre, mas impedido. Aos 14, Erick aproveita a sobra na pequena área e chuta prensado contra a zaga do Águia. E em jogada individual aos 25, Erick invade a grande área e bate fraco, para defesa em dois tempos do goleiro Edmar.

Com mais posse de bola, o Naviraiense detinha o controle das jogadas ofensivas, enquanto que os visitantes apostavam nas escapadas em velocidade pelas laterais para chegar ao gol. E foi em uma jogada construída pelo lado esquerdo que o Águia Negra brecou o predomínio dos donos da casa. Aos 28 minutos, Valdinei avança em profundidade e cruza rasteiro para trás. Rincón,desmarcado na marca penal, só tem o trabalho de escorar para o fundo das redes.

O Naviraiense voltou a campo buscando maior aproximação da grande área, mas o Águia Negra acabava aproveitando melhor os espaços deixados no setor defensivo adversário para chegar ao gol com perigo. Adriano, aos 10 com um chute no travessão, e Guilherme, aos 12, ameaçaram a meta de Edmar.

O esforço do Jacaré foi recompensado aos 18 minutos, pelos pés de Adriano Chuva. O lateral invadiu o flanco esquerdo da grande área e superou o marcador. Enquanto os defensores do Águia Negra esperavam um cruzamento, Chuva bateu cruzado sem chances para o goleiro. A igualdade no placar fez com que o Naviraiense crescesse em campo e assumisse as melhores oportunidades de ampliar o placar.



Deixe seu Comentário

Leia Também

AGEPAN
MS é o 1° Estado do Brasil a garantir acesso à movimentação de bilhetes do transporte intermunicipal
PONTA PORÃ
PM apreende veiculo carregado de mercadorias de descaminho
PONTA PORÃ
Polícia Militar recupera guitarra furtada
DETRAN
De BMW a moto Biz, leilão de veículos para circulação chega a fim nesta quarta-feira em Dourados