Menu
Busca sábado, 16 de outubro de 2021

Austrália para por uma ameça de bomba

Austrália para por uma ameça de bomba

04 agosto 2011 - 08h35Por Mundo Positivo
Após quase 10 horas de mobilização nacional, a história do colar-bomba preso a uma jovem australiana terminou com um alarme falso. A suposta bomba foi colocada em Madeleine Pulver, de 18 anos, por um desconhecido que invadiu sua casa, situada no bairro de Mosman, habitado por famílias de alta renda. O assaltante chegou a deixar um bilhete ameaçador.



Todo um dispositivo policial foi montado no local, com um cordão de segurança em torno do quarteirão residencial, esvaziado diante do risco de uma explosão. Especialistas em explosivos da Polícia Federal Australiana e militares britânicos participaram da operação.



Ao ler a imprensa do dia, a primeira-ministra da Austrália, Julia Gillard, disse que o caso lembrava roteiros de filmes de suspense. "Quando li os jornais nesta manhã, a primeira coisa que disse é que parecia um roteiro de Hollywood", assinalou a chefe do governo aos jornalistas.



O caso terminou com uma entrevista coletiva do delegado-assistente da polícia de Nova Gales do Sul, Mark Murdoch. Ele confirmou que a bomba colocada no pescoço de Madeleine era falsa, embora "muito bem feita e sofisticada".

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Comissão geral debate nesta terça-feira políticas públicas de apoio a vítimas de Covid-19
MEIO AMBIENTE
Governadores avançam na criação de consórcio em defesa do desenvolvimento sustentável
SAÚDE
Brasil recebe lote de 4,5 milhões de doses da vacina da Pfizer
SAÚDE
Tratamento se mostra eficaz contra disfunção vesicointestinal infantil
Ação inclui aplicação de eletrodos sobre a pele, de forma não invasiva