sábado, 02 de março de 2024

Capivaras são encontradas mortas atropeladas na capital

01 maio 2012 - 21h03Por CG News
Quatro capivaras, entre elas um filhote, morreram depois de serem atropeladas na madrugada de ontem (1º), na avenida Afonso Pena, em frente a cidade do Natal, em Campo Grande.

Os animais foram encontrados mortos por uma pessoa que parou com o carro e sinalizou o local. Logo em seguida vários motoristas pararam, e um deles retirou os bichos do meio da avenida para não causar outros acidentes.

A cena foi fotografada. Um homem, que pediu para não ser identificado pelo Campo Grande News, postou a foto no Facebook. Na postagem, que já tem 250 compartilhamentos, ele mostra a placa do veículo que foi deixada no local, após o acidente.

O atropelamento dos roedores foi sentido Parque dos Poderes/Centro, em um dos pontos que mais concentram capivaras na cidade. Mesmo com a via bem sinalizada, os relatos de excesso de velocidade são comuns, que podem ser a causa dos constantes atropelamentos dos animais.

Em outros pontos de Campo Grande é possível flagrar capivaras circulando próximo a vias públicas. No Lago do Amor, é comum o trânsito dos animais nas calçadas e até na avenida Senador Filinto Muller, além do campus da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul).

De acordo com o major da PMA (Polícia Militar Ambiental), Ednilson Queiroz, através da placa o motorista será identificado. Ainda segundo ele, se for acidente não configura crime ambiental.

“Só será crime se for comprovado que o atropelamento foi proposital. Se comprovado o condutor do veículo pode responder no juizado de pequenas causas por crime ambiental de caça ilegal”, afirma.


Deixe seu Comentário

Leia Também

GERAL

Mistura de biodiesel no diesel sobe para 14% a partir desta sexta

TRABALHO, PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA

Proposta isenta Santas Casas e hospitais filantrópicos de tarifas bancárias

JUSTIÇA

Barroso marca julgamento sobre porte de drogas para próxima semana

CIDADE E TRANSPORTES

Projeto prevê reteste gratuito de prova prática do Detran a beneficiário do Cadúnico