Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021

Especialista diz que rapidez no tratamento é aliada da cura da doença.

27 novembro 2012 - 17h30
G1 MS

De janeiro a outubro deste ano, 9,3 mil pessoas foram diagnosticadas com câncer em Mato Grosso do Sul, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Reportagem do MSTV 1ª Edição desta terça-feira (27) mostrou que uma lei federal estabelece aos hospitais que atendem pelo Sistema Único de Saúde (SUS) um prazo máximo de 60 dias para atender pacientes com câncer, seja o caso cirúrgico, de radioterapia ou quimioterapia.

Segundo o especialista, membro da Sociedade Brasileira de Oncologia, David Viera, o crescimento do número de casos no estado é preocupante, mas a rapidez no tratamento é uma grande aliada da cura dda doença. Para o diretor do Hospital do Câncer de Campo Grande, Adalberto Abrão Siufi, o prazo estabelecido pela lei ainda é longo, mas a medida é um avanço para quem está doente. No Hospital do Câncer, 98% dos atendimentos são feitos pelo SUS.

Deixe seu Comentário

Leia Também

PONTA PORÃ
Polícia Militar prende dupla por porte de droga em frente a escola
SAÚDE
Fiocruz: quatro estados mostram tendência de alta de covid-19 e SRAG
CRIME AMBIENTAL
PMA apreende bitrem com 54 m³ de madeira ilegal descarregando em madeireira e autua proprietário
LEGISLATIVO
Neno Razuk destina emenda parlamentar de R$80 mil para saúde de Dourados