Menu
Busca terça, 27 de julho de 2021

Em MS, projetos qualificam empresas para melhorar atendimento a turistas

Em MS, projetos qualificam empresas para melhorar atendimento a turistas

18 outubro 2011 - 12h01Por G1
O Brasil está a poucos anos de sediar grandes eventos esportivos, como a Copa do Mundo em 2014 e as Olimpíadas em 2016. Mesmo não sediando essas competições, Mato Grosso do Sul está de olho no grande fluxo de turistas que o país deve receber. Dois projetos de atendimento ao turista já começam a funcionar no estado.

Uma das propostas é qualificar todos os envolvidos nas viagens intermunicipais. Fazer uma boa viagem dentro do estado, seja a trabalho ou a passeio, depende de várias pessoas: bilheteiros, atendentes, motorista, auxiliar de bagagem. A Fundação de Turismo do estado já mapeou Corumbá e Bonito, dois dos destinos mais procurados.

Outro projeto é o "Parada Legal", que qualifica 45 empreendimentos, entre bares e restaurantes à beira das estradas, até maio de 2012. São cursos personalizados sobre cortesia, nutrição e limpeza visando os eventos internacionais. "Entramos na fase de qualificação e acreditamos que começa até o fim do ano", afirma a presidente da Fundação de Turismo, Nilde Brum.

A Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos (Agepan) também desenvolve um programa de eficiência. O "Viagem Feliz" foi apresentado para integrantes de empresas de transporte coletivo e turismo. As empresas já começaram a receber treinamentos específicos sobre como atender bem o passageiro, atualização turística, postura profissional, ética, entre outros quesitos.

A diretora de recursos humanos de uma empresa de ônibus interestadual, Sônia Cotrim, quer transformar os mais de 100 motoristas e cobradores em multiplicadores de informações. "Nosso objetivo é qualificar cada vez mais nossos colaboradores", diz.

A Agepan pretende ainda fazer uma fiscalização para saber se o cliente está satisfeito. O potencial turístico do estado pode ser muito bem explorado, ainda mais quando a qualidade começa na recepção. "Nossa preocupação é o bom atendimento ao turista, buscando transformar essas regiões em pontos de atratividade", diz Roberto Hashioka, diretor-presidente da agência de regulação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Monitoramento realizado pelo Imasul aponta boa qualidade das águas subterrâneas de MS
COTAÇÃO
Dólar fecha em queda de 0,71%, abaixo de R$ 5,20
SAÚDE
Saúde recomenda Pfizer a gestantes que tomaram 1ª dose da AstraZeneca
PONTA PORÃ
Polícia Militar apreende caminhão por adulteração de sinal identificador de veículo