Menu
Busca quarta, 23 de junho de 2021

Empresa do ramo imobiliário arremata sede do Operário por R$ 720 mil

24 abril 2012 - 19h02Por CG News
Pelo lance mínimo, empresa do setor imobiliário arrematou a sede do Operário em leilão, que durou um minuto, realizado ontem à tarde em Campo Grande. O pagamento foi feito com R$ 216 mil à vista mais seis parcelas.

O imóvel é avaliado em R$ 1,8 milhão, mas está em situação precária, segundo consta em processo. O leilão é fruto de ação trabalhista movida pelo técnico Amarildo Carvalho, datada de 1996.

O corretor de imóveis que representa a empresa, Joilson Barata, acompanhou o leilão e revelou que, futuramente, o local pode virar canteiro de obras para construção de casas ou apartamentos. Ele não quis revelar o nome da vencedora.

Agora segue o prazo de 30 dias para ser entregue a carta de rematação ao novo proprietário. Do outro lado, o Operário tem cinco dias para recorrer à Justiça. O presidente do clube, Tony Vieira, já avisou que vai recorrer. “Quem arrematar não vai levar porque vamos brigar por isto”, avisou.

Imóvel - A sede de campo Operário, no loteamento Nova Campo Grande, hoje Santa Mônica, tem área total de 50,3 mil metros quadrados e, segundo o processo trabalhista, “corresponde” ao Operário.

Segundo consta, no imóvel existem dois campos de futebol, duas quadras de futebol de salão, uma edificação com três salões; dois banheiros; piscina desativada e uma casa simples.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul já vacinou 51,8% da população adulta contra Covid-19
BATAGUASSU
Polícia Civil realiza orientações e verificações preventivas em parceria com PRF
CORONAVÍRUS
Sistema de Regulação aponta que de 10 internados em UTI em Campo Grande, 8 são do próprio município
COSTA RICA
Polícia Civil prende em flagrante traficante de drogas pela quarta vez em menos de 2 anos