Menu
Busca domingo, 20 de junho de 2021
Village do Bosque
CIDADANIA

Estado cria Pacto de Enfrentamento à Violência LGBTfóbica e Programa de Cidadania LGBT+

20 maio 2021 - 14h00Por Portal Governo MS

Combater a violência e garantir direitos para população LGBT+ sul-mato-grossense são os objetivos principais do Decreto nº 15.678 que institui o Pacto Estadual de Enfrentamento à Violência LGBTfóbica e do Decreto nº 15.679, que institui o Programa Estadual de Cidadania LGBT+ (PCLGBT+), ambos publicados na edição desta quinta-feira (20), do Diário Oficial do Estado (DOE-MS).

"Mato Grosso do Sul tem avançado nas Políticas Públicas para a população LGBT+ e hoje, com ambas publicações, consolidamos mais conquistas, pois nós entendemos que uma sociedade mais justa depende do respeito a todos sem exceção. Nosso compromisso é com a liberdade, o respeito, o acolhimento e o fim da violência contra a população LGBT+. Queremos um Estado sem espaço para crimes de ódio”, afirma o secretário de Estado de Cidadania e Cultura, João Cesar Mattogrosso.

O Pacto Estadual de Enfrentamento à Violência LGBTfóbica está sendo proposto como uma ação estratégica do Governo Estadual para articular ações de forma integrada que visam a promoção de direitos e o combate à violência LGBTfóbica, atuando na gestão participativa e enfrentamento à violência, e podem aderir ao documento os municípios, instituições de educação, empresas do setor privado e organizações da sociedade civil sem fins lucrativos.

Já o Programa Estadual de Cidadania LGBT+ será um instrumento de formulação e implementação de políticas públicas para a população LGBT+, elaborado a partir do reconhecimento das demandas apresentadas por essa população que historicamente é alvo das mais diversas formas de violência, o que a coloca em condição de extrema vulnerabilidade e risco social.

“São duas entregas emblemáticas do Governo do Estado em nossa campanha Maio da Diversidade LGBT+. Nosso compromisso é garantir a cidadania plena e os direitos humanos de pessoas LGBT+, o que se fortalece com ambas as publicações”, ressalta o subsecretário de Estado de Políticas Públicas LGBT, Leonardo Bastos.

A edição do DOE-MS traz também a publicação do Decreto Nº 15.677, que estabelece os procedimentos e requisitos para a emissão da Carteira de Identificação por Nome Social.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Brasil recebe lote de vacinas da Pfizer pelo consórcio Covax Facility
SAÚDE
Brasil registra 17,9 milhões de casos de covid-19 e 501,8 mil mortes
PONTA PORÃ
Durante atendimento de perturbação do sossego, Polícia Militar prende foragido da justiça
REGIÃO
Polícia Militar prende trio feminino por tráfico de drogas