Menu
Busca terça, 26 de outubro de 2021

Ex-vereador e sargento bombeiro é condenado a 14 anos de prisão por chefiar milícia

Ex-vereador e sargento bombeiro é condenado a 14 anos de prisão por chefiar milícia

22 outubro 2011 - 08h30
Agência Brasil

Preso desde 2009, o ex-vereador do Rio e sargento do Corpo de Bombeiros Cristiano Girão Matias foi condenado a 14 anos de prisão, acusado de chefiar uma milícia no bairro da Gardênia Azul, em Jacarepaguá, zona oeste da cidade.

Na sentença, o juiz Marco José Mattos Couto, em exercício na 2ª Vara Criminal de Jacarepaguá, condenou o militar pelos crimes de formação de quadrilha e lavagem de dinheiro. “Este magistrado sabe que o réu é miliciano. O Ministério Público sabe que o réu é miliciano. A defesa sabe que o réu é miliciano. O réu sabe que é miliciano. Logo, o caso é de evidente condenação quanto ao crime em exame.”

O juiz disse ainda que o relatório da Polícia Federal e a análise patrimonial de Cristiano Girão deixam evidente o crime de lavagem de dinheiro. “O réu adquiriu vasto patrimônio, consistente em automóveis e imóveis e, além disso, constatando-se movimentação financeira incompatível com seus rendimentos lícitos. Diante de tamanha evidência, cabia ao réu desfazer tal presunção de ilicitude, comprovando que todo o seu patrimônio tem origem lícita, o que evidentemente não ocorreu”.

De acordo com a denúncia do Ministério Público, acatada pela Justiça, desde 1990, o bando cobra de comerciantes do bairro contribuições semanais, sob o pretexto do oferecer segurança, utilizando-se de ameaça, exercida com emprego de armas de fogo. A quadrilha ainda explora o transporte alternativo de passageiros, o comércio de botijões de gás e a distribuição clandestina de sinal de televisão a cabo. Os que se recusam a pagar são expulsos do local e até assassinados.

Na mesma sentença, o juiz condenou também o policial civil Wallace de Almeida Pires, o Robocop, e o militar do Corpo de Bombeiros Carlos Fernando de Souza, a sete anos de prisão em regime fechado, além de Solange Ferreira Vieira, primeira mulher de Girão, condenada a quatro anos e oito meses de reclusão. No entanto, ela vai poder recorrer da decisão em liberdade.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Ministério da Saúde já está desabilitando leitos de terapia intensiva
SAÚDE
Mais de 18 milhões de brasileiros que já deveriam ter tomado a segunda dose da vacina contra a covid
ECONOMIA
Arrecadação federal cresce 12,9% e bate recorde em setembro
CAMPO GRANDE
Polícia Civil cumpre Mandado de Prisão contra autor de Homicídio Tentado