Menu
Busca quarta, 16 de junho de 2021

Jovens vão responder por expor menor seminua no Facebook

Jovens vão responder por expor menor seminua no Facebook

18 maio 2012 - 13h00
A Gazetanews


Dois jovens, um de 18 e outro de 16 anos, ambos moradores de Amambai, vão responder criminalmente perante a Justiça por divulgar e expor a foto de uma adolescente de 17 anos seminua em um site de relacionamento.

De acordo com a polícia, a foto teria sido tirada pelo adolescente de 16 anos, com o emprego de um telefone celular aproveitando um momento de distração da jovem ao trocar de roupa durante uma festa na residência de um dos jovens.

Segundo a polícia a adolescente teria passado mal, supostamente após ingerir bebida alcoólica e vomitado nas vestes, motivo pelo qual estaria se trocando em um dos quartos da casa.

Imagem foi divulgada

Após tirar a fotografia, o adolescente responsável por capturar a imagem teria passado a divulgar a foto da jovem, que na hora que foi fotografada, estava com a calça semi-abaixada e nua da cintura para cima.

Ao tomar conhecimento da imagem, Jean Carlos dos Santos Vargas, de 18 anos, também conhecido pelo apelido de “Soninho”, que não estava na suposta festa, segundo a polícia, teria se apoderado da imagem e postado em seu Facebook.

De acordo com a equipe da Polícia Civil de Amambai, que comandou as investigações do caso, em poucas horas que a imagem permaneceu na página de relacionamento de Jean Carlos, que é soldado do efetivo variável do Exército Brasileiro e lotado no 17º RC Mec, em Amambai, várias mensagens foram postadas, algumas exaltando o ato praticado pelo militar e outras condenando.

Segundo a polícia, a imagem foi retirada do site pelo próprio militar, mas muitas cópias da página teriam sido feitas, uma delas inclusive, chegou às mãos da polícia durante o processo de investigação, após denúncias de familiares da vítima e inclusive foi incluída como parte do inquérito.

De acordo com a Polícia Civil, em depoimento na Delegacia, tanto o militar quanto o adolescente assumiram a responsabilidade pela divulgação da imagem da jovem.

Segundo a polícia, Jean Carlos dos Santos foi indiciado em inquérito e responde em liberdade. Ele foi enquadrado no artigo 240 do ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente) que classifica como crime produzir, reproduzir, dirigir, fotografar, filmar ou registrar, por qualquer meio, cena de sexo explícito ou pornográfica, envolvendo criança ou adolescente.

A pena para esses casos, segundo o Estatuto, varia de 4 a 8 anos de reclusão, mais o pagamento de multa.

O adolescente, responsável por capturar a imagem, vai responder a ato infracional pelo mesmo delito.

O computador também foi apreendido e será submetido a pericia.

Alerta

Esse não é o primeiro caso de transgressão às leis praticado via Internet e registrado pela Polícia Civil em Amambai.

A polícia faz um alerta sobre a necessidade do uso consciente da rede mundial de copuladores e principalmente das páginas de relacionamento via a Internet para evitar cair em golpes e até mesmo praticar os chamados “crimes virtuais”, já que imagens e até mesmo conversas em salas de bate-papo ou via MSN, mesmo que apagadas, dados ficam registrados no disco rígido da máquina e podem ser facilmente descobertos por meio de perícia e servir como provas técnicas em eventuais processos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGEPAN
MS é o 1° Estado do Brasil a garantir acesso à movimentação de bilhetes do transporte intermunicipal
PONTA PORÃ
PM apreende veiculo carregado de mercadorias de descaminho
PONTA PORÃ
Polícia Militar recupera guitarra furtada
DETRAN
De BMW a moto Biz, leilão de veículos para circulação chega a fim nesta quarta-feira em Dourados