sexta, 23 de fevereiro de 2024

Mato Grosso do Sul registra avanço da dívida ativa em 11% e o total atinge R$ 3,8 bilhões

31 maio 2012 - 07h32Por Correio do Estado
Já considerada em descompasso, a dívida ativa, dinheiro que o Executivo de Mato Grosso do Sul tem a receber, não para de crescer, enquanto os pagamentos seguem praticamente inexistentes. Entre 2010 e 2011, a verba que poderia ser arrecadada passou de R$ 3,46 bilhões para R$ 3,87 bilhões, um aumento de 11,7%, de acordo com relatório anual do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Desde o início do milênio, a dívida ativa saltou 582%, se levado em conta o valor de R$ 567,8 milhões a receber no ano fiscal de 2000. O crescimento é considerado pelo TCE como um desacordo à Lei de Responsabilidade Fiscal.

Ano passado, o Executivo estadual esperava receber até 10% da dívida ativa, ou R$ 387 milhões. Porém, o arrecadado pelo Governo não chegou nem perto do objetivo, e ficou em R$ 7 milhões, ou 0,2% do total.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO

Com 4,1 milhões de matrículas, Brasil avança na meta para creches

ECONOMIA

Arrecadação federal chega a R$ 280,63 bilhões em janeiro

GERAL

Governo regulamenta certificação de comunidades terapêuticas

ECONOMIA

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda