Menu
Busca sexta, 22 de outubro de 2021

Músicos, radialista e irmão são assassinados por motivo banal

Músicos, radialista e irmão são assassinados por motivo banal

23 janeiro 2012 - 13h57Por Dourados Informa
O radialista Edimilson Sarate de Lima, 44 anos, mais conhecido como "Edi Sarate", e o irmão Eudes Sarate de Lima, 49 anos, foram assassinados a sangue frio no início da noite de domingo (22) em Rio Brilhante.

Os dois eram músicos e de acordo com a polícia, no momento do crime eles tocavam em uma festa realizada num barraco de lona localizado às margens da BR-163, saída para Dourados.

Edi com seu violão e Eudes na sanfona tocavam músicas populares à pedido das pessoas que estavam no local. Em certo momento, um rapaz identificado como Cleiton Matos Ortiz, 26 anos, pediu para que a dupla tocasse sua música favorita.

Como haviam vários pedidos, a canção de Cleiton demorou para ser tocada, fato que irritou o jovem. Nervoso, ele interrompeu os irmão segurando o braço do violão de Edi, iniciando uma discussão.

Armado, Cleiton sacou sua pistola calibre 9mm e efetuou diversos disparos matando os músicos na hora. Edi foi atingido por seis tiros, sendo um na cabeça, dois nas costas, dois no peito e um no ombro.

Eudes acabou alvejado por três tiros no pescoço, um nas costas, um no ombro e dois na cabeça, totalizando sete. Após a ação o autor fugiu tomando um rumo ignorado. Edi possuía um programa sertanejo na Rádio Kativa FM, em Rio Brilhante.

Preso

A Polícia Civil de Mundo Novo, obteve pistas a respeito da fuga de Cleiton de Matos Ortiz, 26 anos, autor do duplo homícidio na noite de domingo em Rio Brilhante.

Segundo os depoimentos colhidos pela polícia local, Cleiton recebeu a ajuda de Ronei Nunes Campo após o crime. Ele deu uma carona a Cleiton e a esposa até uma estrada que dá acesso à Frangosul, em seu veículo VW Passat, placa HRH 9518, de cor vermelha. Questionado, ele afirma apenas que deu a carona, mas que não sabou para onde eles iriam.

Ronei foi indiciado por favorecimento pessoal de Cleiton e a mulher.

A polícia afirma ainda que, caso o autor não se apresentar nas próximas 48h, o delegado pedirá a prisão preventiva.

Deixe seu Comentário

Leia Também

GUIA LOPES DA LAGUNA
PMA prendem e autuam infrator por pescar utilizando petrecho ilegal, onde a pesca é proibida
OUTUBRO ROSA
Com foco na prevenção, Conselho leva mulheres com deficiência para realizar exames
OPERAÇÃO PROLEPSE
PMA autua 128 infratores, aplica 33 milhões em multas e realiza orientação em 740 propriedades
POLÍTICA
Projeto destina 10% de vagas no Sine para mulher vítima de violência