terça, 23 de julho de 2024

Polícia Civil pode parar por 48 horas nesta semana

24 abril 2012 - 08h27Por JPTL
A Polícia Civil também rejeitou a contraproposta de 9,15% de aumento no salário oferecida pelo Governo do Estado. De acordo com o diretor do Sindicato dos Policiais Civis de Mato Grosso do Sul (SINPOL/MS), Marcos Antônio de Oliveira, nesta semana a classe reúne-se novamente para discutir novas ações de protesto. Ele não descartou a possibilidade de aderir a uma paralisação de 48 horas ainda nesta semana. “Na reunião, será definido o melhor dia para a paralisação”, disse.

Na última semana, o Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul (TJ/MS), por meio do desembargador Sérgio Martins, decidiu que aplicaria uma multa de R$ 30 mil por dia caso as ações de protesto da Polícia Civil não fossem encerradas. Consta ainda na determinação que os protestos e ameaças de greves são ilegais. Conforme Oliveira, o jurídico da Polícia Civil analisa a determinação. Ele disse ainda que os advogados entrarão com recurso contra o TJ/MS.

Os policiais civis reivindicam aumento de 25% no salário, novo concurso público para que novos policiais componham o efetivo, delegacias maiores, além de mais viaturas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Início de operação da fábrica de Ribas do Rio Pardo consolida MS como vale da celulose

ECONOMIA

Mercado voluntário de carbono no Brasil recua em 2023

Dados são do Observatório de Bioeconomia da FGV

BRASIL

Conab recebe mais R$ 115 milhões para apoio à comercialização da agricultura familiar

DIREITOS HUMANOS

Cimi: políticas públicas ainda não frearam violência contra indígenas

Relatório cita fortalecimento e retomada de ações de fiscalização