Menu
Busca sexta, 30 de julho de 2021

Policiais federais protestaram na fronteira

Policiais federais protestaram na fronteira

01 setembro 2011 - 21h47Por Assessoria
Policiais federais de Ponta Porã realizaram ontem, um protesto que durou cerca de duas horas por melhores condições de trabalho na delegacia da região de fronteira.

Segundo o presidente do sindicato, Jorge Ribeiro Caldas, o prédio da delegacia no município está em péssimas condições de trabalho. Os portões eletrônicos e as cercas elétricas não funcionam, salas cujos pisos e janelas estão quebrados, além de goteiras, vazamentos, infiltrações e problemas elétricos, estão entre as principais deficiências da estrutura.

Segundo levantamento feito pelo sindicato, a delegacia foi a que mais apreendeu entorpecente e contrabando em todo o estado, uma vez que a cidade está localizada em uma região fronteiriça vizinha ao Paraguai. Desde o início do ano até agora, mais de 18 toneladas de entorpecente foram apreendidas em investigações por policiais daquela unidade.

Em abril, a falta de estrutura na delegacia que fica localizada em posição estratégia para o tráfico internacional já havia sido destacada pela imprensa nacional. Os problemas divulgados davam conta de falta de colete balístico, viaturas paradas por falta de manutenção, racionamento de combustível e redução no efetivo.

A Polícia Federal cobra construção de novas delegacias em Ponta Porã, bem como Corumbá, fronteira com a Bolívia.

Ao assumir a superintendência da PF em Mato Grosso do Sul, no começo deste mês, Edgar Marcon afirmou que espera reforços na região de fronteira.

Deixe seu Comentário

Leia Também

Cão morre de hipotermia na madrugada e tutores são presos pelo crime de manhã
AÇÃO DE GOVERNO
Investimentos de R$ 4 bilhões na geração de energia em MS vão criar 15 mil empregos
MIRANDA
Polícia Civil prende homem por suspeita de comércio ilegal de munição e lesão corporal
ECONOMIA
Caixa conclui pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial