Menu
Busca quinta, 13 de maio de 2021

Empréstimo para energia eólica aumenta 4%

22 dezembro 2012 - 00h00Por Fonte: Folhapress


O BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social) vai fechar o ano com um volume de empréstimos ao setor de energia eólica superior ao de 2011, quando houve o maior salto de recursos para esse segmento -de R$ 808 milhões em 2010 para R$ 2,3 bilhões.

Confirmando a vocação do país para a energia renovável, o banco encerra 2012 com R$ 2,4 bilhões em recursos desembolsados para projetos do setor, após mais um desembolso anunciado na última terça-feira.

O BNDES liberou um financiamento de R$ 300 milhões para a construção de 15 parques eólicos na Bahia, que terão capacidade para gerar 386 MW (megawatts) e demandarão investimentos totais de R$ 1,4 bilhão, incluindo linha de transmissão associada.

Os recursos serão destinados a 15 SPE (Sociedades de Propósito Específico) controladas pela Renova Energia S/A, empresa constituída em 2006 por investidores brasileiros.

Os parques eólicos entrarão em operação em 2013 e 2014 e serão instalados em cinco municípios do semiárido baiano: Guanambi, Pindaí, Igaporã, Caetité e Urandi.

Os investimentos incluem a aquisição de 230 aerogeradores produzidos no país e preveem a criarão de cerca de 14 mil empregos diretos e indiretos durante as obras. Após a conclusão dos parques, o total de postos de trabalho será de 3.900.

O empréstimo-ponte foi estruturado para possibilitar o apoio do BNDES já na fase inicial das obras de implantação dos parques, os quais já contam com licença de instalação.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul recebe 21º lote de vacina contra COVID-19 nesta quinta-feira
MIRANDA
Polícia Militar tira duas armas de fogo irregulares de circulação
LEGISLATIVO
Deputados devem votar quatro projetos em segunda discussão nesta quinta-feira
SAÚDE
Novo lote de vacinas da Pfizer chega ao Brasil