Menu
Busca sábado, 31 de julho de 2021

Odonto SESC fica em Ponta Porã até fim do ano

02 setembro 2011 - 12h50
Odonto SESC fica em Ponta Porã até fim do ano

Divulgação (TP)

O Odonto SESC, programa que beneficia a população através de atendimento odontológico deverá manter as atividades até o dia 15 de dezembro.

A informação foi confirmada pela vereadora Dulce Manosso que entrou em contato com diretores do SESC para solicitar a permanência da estrutura do Odonto SESC na cidade: “é enorme a procura pelo atendimento, pois a população sabe que se trata de um atendimento de qualidade. Diante disso, muitos moradores nos solicitaram que pedíssemos a permanência do caminhão com toda a estrutura na cidade. Graças a Deus fomos atendidos”, declarou Dulce
A parlamentar destacou o trabalho desenvolvido por toda a equipe que atua no Odonto SESC e a participação da Prefeitura no desenvolvimento das atividades: “A Secretaria Municipal de Saúde tem dado total respaldo para que os profissionais possam atender a nossa população. Este programa é uma demonstração da preocupação do comércio de Mato Grosso do Sul, através do SESC, em promover ações que beneficiam a comunidade.

Em Ponta Porã o programa é desenvolvido através de parceria da Prefeitura com o SESC, SENAC, Federação Estadual de Comércio, Associação Comercial e Empresarial e sindicato do Comércio Varejista, com total apoio da Câmara Municipal.

O Projeto Odonto SESC consiste numa proposta de atenção em saúde, através de unidades móveis, na qual são realizadas ações de natureza odontológica e educativa nas comunidades onde o SESC não possui clínicas fixas. Em Ponta Porã, a unidade móvel está atendendo desde março deste ano.

Deixe seu Comentário

Leia Também

BRASIL
Aneel: bandeira tarifária de agosto se manterá vermelha
BR-262
Homem morre ao ficar preso entre as ferragens após carro cair em valeta de rodovia no MS
POLÍCIA
Drone, drogas e celulares são apreendidos pelo DOF momentos antes de chegarem aos internos da PED
SAÚDE
Covid longa: pacientes 'recuperados' podem ter problemas de raciocínio e memória, aponta pesquisa