Menu
Busca quarta, 21 de abril de 2021
Coronel Sapucaia

Busca por drogas e cerco policial teria resultado em três bandidos mortos em Sapucaia

Busca por drogas e cerco policial teria resultado em três bandidos mortos em Sapucaia

11 dezembro 2014 - 08h15Por Dourados News
A busca por entorpecentes do lado paraguaio aliado ao cerco policial feito na região tem ‘movimentado’ Coronel Sapucaia, na fronteira entre os dois países. A alegação é do delegado de Polícia Civil da cidade, Roberto Faria, que ainda afirmou que o antes violento município, tem passado por um período de calmaria.

Na manhã desta quarta-feira (10), dois criminosos foram mortos após roubarem peças avaliadas em R$ 15 mil de uma joalheria. Ambos foram identificados como Bruno Alinor, 17, morador em Cuiabá (MT) e Valrison Silva de Jesus, 20, residente em Ji-Parana (RO).

“São duas situações que ocasionam a vinda desses criminosos. A chegada do final de ano e a fronteira com o Paraguai. Mas, eles estão esbarrando no cerco policial feito pelos organismos de segurança brasileiros e a policia paraguaia. Os criminosos querem entorpecentes, mas estão sem dinheiro, então, resolvem roubar e acabam presos. Outros trazem veículos roubados para trocar por droga no país vizinho”, disse o delegado.

No dia 27 de novembro, Ricardo Antunes Afonso Soares, 29, morreu após roubar uma Toyota Hillux em Dourados e entrar em confronto com policiais durante tentativa de chegar ao país vizinho através de Sapucaia. Ele estava na companhia de Fernando dos Santos Dorneles, 21, o ‘Cachorro Louco’.

“Esses três casos mais recentes movimentaram a cidade, que estava tranquila. Esse pessoal vem de fora e encontra um aparato para coibir esses atos ilícitos aqui na região”, pontou o delegado.

Deixe seu Comentário

Leia Também

OPORTUNIDADE
Telessaúde credencia profissionais de Web Designer com remuneração de R$ 3 mil
MS
Beneficiários do Mais Social terão que participar de curso profissionalizante
EDUCAÇÃO
Matrícula para curso de medicina da UEMS pode ser feita até dia 26 de abril
PONTA PORÃ
Força Tática do 4º BPM intercepta comboio de veículos transportando mercadorias não legalizadas