Menu
Busca quinta, 21 de outubro de 2021

Em MS, força-tarefa prende quadrilha e frustra plano para matar policial

Em MS, força-tarefa prende quadrilha e frustra plano para matar policial

08 dezembro 2011 - 15h10
G1 MS


Uma força-tarefa que reuniu várias unidades das policiais Civil e Militar de Mato Grosso do Sul prendeu nesta terça-feira (6), na operação "Mãos Dadas", em Chapadão do Sul, a 325 quilômetros de Campo Grande, uma quadrilha que planejava matar um sargento da PM do município.

As investigações começaram na quinta-feira passada (1º), quando foi preso um dos homens suspeitos de liderar o grupo. A polícia investiga se ele teria envolvimento na morte de um usuário de entorpecentes, no dia 23 de novembro, na cidade. A vítima foi morta com três tiros e 34 facadas, em razão de uma suposta dívida.

De acordo com a polícia, o homem preso no dia 1º teria ameaçado de morte o sargento da PM, em razão da atuação da unidade contra o crime no município.

Conforme a PM, durante a ação foram presas 19 pessoas, sendo que dez já foram liberadas e nove continuam na Delegacia de Polícia Civil de Chapadão do Sul. De acordo com o delegado João Carlos Dutra, das nove pessoas presas, duas são por tráfico de drogas, quatro por posse ilegal de arma e três suspeitos de homicídio.

Ainda segundo a PM, 11 armas foram apreendidas na operação, incluindo rifles do calibre 40 e 44, que são de uso restrito. Seis quilos de maconha, 300 gramas de crack, diversos tipos de munição, pólvora, chumbo, uma espada artesanal e três miras telescópicas, uma delas de visão noturna também foram apreendidas.

Segundo a polícia, a quadrilha desarticulada em Chapadão do Sul seria a ramificação de um grupo criminoso que age em Campo Grande, ajudando na parte da logística com armas, drogas e dinheiro.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO
Ministro fala na Câmara sobre novos institutos federais de educação
DOURADOS
Policiais civis apreendem 70kg de maconha, pistola e prendem suspeitos de tráfico
SAÚDE
Fiocruz aponta estabilidade em casos de síndrome respiratória grave
COSTA RICA
Homem furta restaurante e acaba preso pela Polícia Civil