Menu
Busca quarta, 23 de outubro de 2019
POLÍTICA

Funcionário da alfândega é executado a tiros na fronteira

05 agosto 2019 - 08h00Por Dourados News

Na manhã de sábado (3), Édgar Isfrán foi assassinado a tiros em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz divisa com Ponta Porã. Segundo reproduzido pelo MídiaMax, ele foi executado a tiros enquanto tomava tereré em casa, próximo a uma emissora de rádio que pertence a um deputado.

Informações do site paraguaio ABC Color dão conta que Édgar trabalha na alfândega e estava em casa por volta das 10 horas, quando foi surpreendido pelos pistoleiros. Ele tomava tereré quando dois homens teriam chegado em uma motocicleta vermelha.

Conforme testemunhas, um dos ocupantes da moto desceu, atirou contra Édgar e a dupla fugiu em seguida. A vítima ainda foi encaminhada para um hospital por familiares, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍTICA
Após acordo, Senado conclui votação da Reforma da Previdência
POLÍTICA
Bolsonaro diz que governo quer aprovar outras reformas
POLÍCIA AMBIENTAL
Homem é multado em R$ 26 mil após abrir estrada em área protegida
ESPORTE
Tite convoca jogadores para amistosos de novembro na sexta