domingo, 25 de fevereiro de 2024

Mãe de menina agredida pelo pai entra com pedido de guarda

Mãe de menina agredida pelo pai entra com pedido de guarda

20 abril 2012 - 16h50
G1 MS


A mãe da menina de 9 anos agredida pelo pai protocolou na quinta-feira (19) o pedido de guarda provisória da garota, que está provisoriamente com a avó paterna.

A mãe mora em Jardim, a 239 km de Campo Grande, com mais sete filhos e um neto. O pai, o auxiliar de pedreiro Alessandro dos Santos Borges, 29 anos, está impedido de se aproximar da filha ou fazer contato com ela.

A agressão foi flagrada pelo vizinho da família na sexta-feira (13), que entregou as imagens à Polícia Civil. Borges foi preso e indicado por lesão corporal dolosa.

A defensora pública em Jardim, Andréia Pereira Nardom Braga, disse ao G1 estava aguardando alguns documentos, como a certidão de nascimento da menina, para que pudesse protocolar o pedido de guarda provisória. Segundo Andréia, o Conselho Tutelar foi até à casa da mãe e fez um levantamento prévio das condições sociais dela. “Isso foi feito para ver se a mãe tem condições de ficar com a filha”, explica.

A avó paterna também pediu a guarda provisória e o pedido foi protocolado na quarta-feira (18). A decisão deve ser dada pela juíza Katy Braun do Prado, da Vara da Infância e Juventude.

A delegada Regina Márcia Mota, da delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), disse que está finalizando o inquérito e ainda estão pendente alguns interrogatórios. Além de Borges, a mulher dele, madrasta da menina, também foi indiciada por lesão corporal dolosa.
Em entrevista ontem, Alessandro Borges disse que está arrependido do que fez e que cometeu excesso.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CAMPO GRANDE

Colisão entre carro e carreta mata casal na BR-163

JARDIM TROPICAL

Jovem fica ferida após ter moto atingida por caminhão na Weimar

ECONOMIA

Saiba como o FGTS Futuro contribuirá para compra da casa própria

DOURADINA

Corpo de idoso é encontrado em decomposição