Menu
Busca sexta, 30 de julho de 2021

Ministérios negociam aumento do efetivo das polícias Federal e Rodoviária

Ministérios negociam aumento do efetivo das polícias Federal e Rodoviária

10 outubro 2011 - 14h30
Agência Brasil

O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, disse hoje (10) que está negociando com o Ministério do Planejamento, nesta semana, o aumento do efetivo da Polícia Federal. Segundo ele, os planos nacionais de policiamento de fronteiras, de combate às drogas e de grandes eventos (esses dois últimos a serem lançados) precisarão de grande efetivo de policiais federais e rodoviários.

“Haverá, sim, realização de concursos para provimento de cargos. O objetivo é preencher o maior número de cargos possível, dentro das nossas condições orçamentárias. Para isso, preciso de avaliação financeira do Ministério do Planejamento”

Como o aumento do efetivo ainda está sendo negociado com o Ministério do Planejamento, Cardozo não quis antecipar o número de vagas que serão abertas, mas garantiu que, em breve, haverá concursos para as polícias Federal e Rodoviária Federal.

Em coletiva hoje no Rio, o ministro disse também que, por conta do efetivo reduzido, a Polícia Federal não é capaz de garantir a segurança de todas as autoridades estaduais e federais. Segundo ele, é preciso conversar com o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) e encontrar uma solução para o problema, tendo em vista o recente assassinato da juíza estadual Patrícia Acioli e a ameaça ao deputado estadual fluminense Marcelo Freixo.

“Pretendo dialogar bastante com o CNJ para que possamos ter uma política comum em relação a isso. Nossos efetivos da Polícia Federal não são suficientes para que se possa fazer toda uma cobertura em território nacional de autoridades estaduais. Até para as federais, temos insuficiência. Então, temos que ter uma política de Estado para isso”, acrescentou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

POLÍCIA
Cão morre de hipotermia na madrugada e tutores são presos pelo crime de manhã
AÇÃO DE GOVERNO
Investimentos de R$ 4 bilhões na geração de energia em MS vão criar 15 mil empregos
MIRANDA
Polícia Civil prende homem por suspeita de comércio ilegal de munição e lesão corporal
ECONOMIA
Caixa conclui pagamento da quarta parcela do auxílio emergencial