Menu
Busca sexta, 16 de abril de 2021

Pescador que tentou fugir da polícia é encontrado morto em rio

Pescador que tentou fugir da polícia é encontrado morto em rio

25 novembro 2014 - 09h45Por CG News
O pescador Maciel Vicente da Silva, 42 anos, que tentou fugir da polícia foi encontrado morto na tarde do último sábado (22) no Rio Aquidauana, em Camisão, distrito de Aquidauana.


Segundo informações do major da Polícia Militar Ambiental, Edmílson Queiroz, três homens foram vistos pescando na quarta-feira (19) nas margens do Rio. Quando chegou uma equipe da PMA para fazer abordagem, os três saíram correndo, dois se jogaram na água, um deles é Maciel, que estava desaparecido.

Ele foi encontrado boiando, a 200 metros abaixo da Cachoeira Morcego por dois rapazes, que acionou a Polícia Militar. O caso foi registrado na Polícia Civil como morte a esclarecer.

O caso - Quando o homem desapareceu, a filha dele, Graciane Gomes da Silva, 25 anos, contou que testemunhas disseram à família que os policiais chegaram atirando. “Meu pai não sabia nadar, mas nessa situação ele não iria ficar parado e se jogou".

A filha afirma que o pai é lavrador, não trabalha com pesca, estava no local apenas para pegar alguns peixes. "Um homem chegou em casa chamando ele para ir até o Rio e ele foi", disse.

O major Queiroz explicou que em nenhum momento os policiais atiraram, mas ouviram um barulho semelhante a de um tiro do outro lado da mata. A equipe encontrou 3 homens com pescado e conseguiram prender um, momento em que os outros dois se jogaram na água.

O homem que não conseguiu fugir tem 23 anos, pagou fiança de R$ 1 mil. Os policiais também conseguiram prender o outro homem de 44 anos, que foi encontrado molhado. Ele também pagou fiança no mesmo valor, mas continuará preso por quebra de condicional.

Os autuados também foram multados administrativamente em R$ 800,00 cada um. Ainda foi informado que os policiais ao perceberem que o outro rapaz havia sumido, acionaram o Corpo de Bombeiros. A pesca está proibida nos rios de Mato Grosso do Sul até o dia 28 de fevereiro devido a Piracema, período de reprodução dos peixes. Em alguns locais é permitida somente pesca subsistência para o morador ribeirinho.

Deixe seu Comentário

Leia Também

LEGISLATIVO
"Respiradores salvam vidas e essa é nossa meta", diz Neno Razuk em pedido de recursos para compra
CRIME AMBIENTAL
PMA autua pecuarista desmatamento dentro da Unidade de Conservação de Proteção Ambiental
BRASIL
Covid-19: em uma semana, mortes aumentam 8% e casos 6%
CASSILÂNDIA
Polícia Militar tira de circulação mais um foragido da justiça