Menu
Busca terça, 22 de setembro de 2020
CAMPANHA SETEMBRO 15 á 30/09/2020
PARAÍSO DAS ÁGUAS

Polícia Civil cumpre mandado de busca e apreensão contra suspeito de estelionato sexual pela internet

13 agosto 2020 - 17h00Por PC-MS

No dia 14 de janeiro de 2020, uma mulher de 22 anos, moradora de Paraíso das Águas, começou a receber mensagens via aplicativo de conversas telefônicas de uma linha com DDD 67 (Mato Grosso do Sul). O suspeito utilizou foto de terceira pessoa coletada pela internet e começou a se passar por ela.

Após aproximação inicial, o indivíduo enviou outras imagens e realizou chamadas de vídeo se masturbando. Diante da insistência do suspeito nas videochamadas. A vítima começou a desconfiar da identidade do emissor e a questionar sua intenção com a conversa. Esse comportamento frustrou suas intenções e fez com que o suspeito se tornasse agressivo, utilizando palavrões e ameaças.

A delegacia da Polícia Civil de Paraíso das Águas teve conhecimento do fato e iniciou diligência que culminou na identificação do homem de 26 anos acusado das práticas. Durante a investigação, os policiais constataram que hajam pelo menos outros dois casos em Bataguassu e um em Brasilândia com as mesmas características.

Em seguida, o Setor de Investigações Gerais do 1º Delegacia de Polícia Civil de Campo Grande desenvolveu trabalho de campo e diligências que resultaram na identificação do endereço atualizado do suspeito, viabilizando representação por busca e apreensão judicial que foi prontamente deferida pelo Poder Judiciário.

O Delegado de Paraíso das Águas, Alexandro Mendes de Araújo, explicou sobre os cuidados com os crimes virtuais: “Ela é possível porque o golpista encontra com facilidade informações privilegiadas de suas vítimas. Apropria-se do perfil de algumas pessoas e usa contra outras para satisfazer sua perversão sexual. Muitos deles são possíveis graças à quantidade de informações privilegiadas que os usuários disponibilizam na web, em especial nas redes sociais, seja por ingenuidade ou pura negligência.”

A Delegacia de Paraíso das Águas solicita que qualquer mulher que se sentiu vítima de alguma violação praticada por meio da web, por meio dos números (67) 99855-8284 ou (67)99924-2264 (utilizados pelo criminoso), entre em contato com a Polícia Civil pelo 3248-1393. Outras mulheres podem ter sido vítimas desse indivíduo.

Anteros

O nome dado à Operação se baseia em uma denominação oriunda da mitologia grega e se refere ao vingador do sentimento não correspondido, em alusão à reação violenta e misógina do suspeito diante da frustração de suas expectativas libidinosas.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
Números de multas e de focos de queimadas no MS já superam 2019
POLÍTICA
Brasil é vítima de desinformação sobre meio ambiente, diz Bolsonaro
ANAURILÂNDIA
Infrator é autuado em R$ 6 mil por desmatamento ilegal de vegetação protegida para plantio de lavoura
PARAÍSO DAS ÁGUAS
Polícia Civil apreende 14kg de entorpecentes em hotel