Menu
Busca sábado, 08 de maio de 2021

Lanzarini assina ordem de serviço para R$ 2,3 milhões em asfalto

Lanzarini assina ordem de serviço para R$ 2,3 milhões em asfalto

08 dezembro 2012 - 12h30
Divulgação (TP)

O prefeito Dirceu Lanzarini (PR) assinou, na manhã dessa sexta-feira, 7 de dezembro, ordem de serviço para execução de mais de R$ 2,3 milhões de reais em pavimentação asfáltica em Amambai.

O ato de assinatura das ordens de serviço, que aconteceu no gabinete do prefeito, na Prefeitura de Amambai, contou com a presença de representantes das empresas responsáveis pela execução das obras, a C&C Construtora e a ST Construtora (antiga Cola), ambas com sede em Amambai, dos vereadores, Valter Brito da Silva (PSD), Luciney Bampi (PV) e Daniel Riquelme (PTB) e os vereadores eleitos, o radialista e ex-secretário de serviços urbanos de Amambai, Fernando Ficher (PR) e Roberto Perez, o “Sangue Bom”, também do Partido da República (PR), que assumem cadeiras no Legislativo Municipal local a partir de 1 de janeiro do ano que vem, 2013.

46 quadras serão pavimentadas

Segundo o secretário de obras públicas do município, Dilmar Bervian, com o recuso serão pavimentadas 46 quadras, entre elas, ruas das vilas, Cristina e Cassino Marcelo, mas a maior parte das quadras à serem pavimentadas, muitas delas inclusive com implantação de drenagem, como prevê a legislação, estão situadas na região da Vila Indiana e do Conjunto Habitacional Mangay.

No Mangay, por exemplo, cem por cento das ruas do bairro serão asfaltadas e, com a pavimentação da Rua Alfredo Xavier dos Santos, ligando o Conjunto Habitacional Alcindo Franco Machado a entrada do Recanto Tomazelli e da Rua Joana Batista, até o Posto de Saúde do Mangay, passando pelo recém criado Residencial Jardim dos Ipês, os moradores do Conjunto Habitacional e daquela região da cidade, passarão a ter acesso pavimentado à Avenida Pedro Manvailler e a região central da cidade.

Segundo a Prefeitura, com o recurso, fruto de emendas parlamentares dos deputados federais, Antônio Carlos Biffi (PT) e Vander Loubert, também do Partido dos Trabalhadores, e do ex-senador Valter Pereira (PMDB), do ano de 2009 e liberados essa semana após visita do prefeito Dirceu Lanzarini à Brasília, também serão pavimentadas várias ruas da Vila Indiana, atendendo um sonho antigo dos moradores da região que, por conta do terreno em declive, sofrem com fortes enxurradas e com as ruas deterioradas pela força das águas em períodos de chuva.

Recursos liberados

De acordo com o prefeito Dirceu Lanzarini, durante sua visita a capital Federal essa semana, ele conseguiu a liberação de praticamente todo o recuso para as obras, cuja assinatura de ordem de serviço foram assinadas nessa sexta-feira.

Segundo o prefeito em dois projetos, um de mais cerca de R$ 788 mil e outro de R$ 512 mil, frutos das emendas de Valter Pereira e Vander Loubert, o dinheiro, que vem direto do Ministério, já está na conta da Prefeitura esperando pela execução da obra para ser pago.

Já outro projeto, de mais de R$ 1 milhão de reais, recursos liberados através do deputado Biffi, cujo recurso é administrado pela Caixa Econômica Federal, teve metade do valor liberado.

De acordo com o prefeito o dinheiro está garantido, mas a liberação inicial somente da metade do recuso segue os trâmites legais exigidos pelos convênios administrados pela instituição, que só libera a totalidade do valor após parte da obra já estar executada e técnicos da CEF realizarem as medições.

Inúmeras obras em andamento

O prefeito, Dirceu Lanzarini, que finda seu mandato no dia 31 deste mês, vai entregar a Prefeitura de Amambai para seu sucessor com várias obras de grande porte em execução na cidade e, segundo o líder do prefeito na Câmara Municipal, vereador Valter Brito, com cerca de R$ 10 milhões de reais incluídos no orçamento da União para serem liberados a partir do ano que vem, 2013.

Atualmente, além dos mais de R$ 2,3 milhões de reais em asfalto, que devem iniciar já nesta semana, estão em andamento no município a construção de dois centros de educação infantil, um no recém criado Residencial Ipê e outro na Vila Doriana, avaliados em mais de R$ 1 milhão de reais cada, uma academia de saúde na Vila Doriana, mais frentes de asfalto na Vila Cristina, cujas obras estão paradas temporariamente por falta de repasse do Governo Federal, mas devem ser retomadas nos próximos dias, mais cerca de 50 casas populares e a obra de recuperação dos canteiros centrais da Avenida Pedro Manvailler e de reestruturação da Praça Coronel Valêncio de Brum, situada no coração comercial da cidade, entre outras.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE
PMA realiza fiscalização por terra e nos rios em prevenção à pesca predatória
GERAL
Número de mortos em operação no Jacarezinho sobe para 29
COSTA RICA
Trio é preso pela PM com tabletes de substância análoga a maconha
ESPORTE
Fundesporte e Assomasul debatem organização da 17ª Copa Assomasul