sexta, 23 de fevereiro de 2024

Vereador de Corumbá perde cargo por infidelidade partidária

Vereador de Corumbá perde cargo por infidelidade partidária

17 maio 2012 - 14h10
Midiamax


Por unanimidade, o placar foi de 5 a 0, o Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul (TRE-MS) decidiu pela perda de mandato do vereador de Corumbá, Rogério Angelo Chimirri Candia, por infidelidade partidária. Candia deixou o PTB em outubro de 2011, partido pelo qual se elegeu ao Legislativo Municipal, e filiou-se ao PMDB.

A ação de perda de mandato eletivo por desfiliação partidária, julgada no final da tarde de terça-feira, 15 de maio, foi proposta pelo primeiro suplente do Partido Trabalhista Brasileiro, Alberto de Medeiros Guimarães, que acompanhou a sessão, em Campo Grande. Com a decisão, Alberto ganhou o direito de assumir a vaga. O processo no TRE teve como relator o juiz Amaury da Silva Kuklinski.

Na ação, o suplente Alberto Guimarães sustentou ao Tribunal Eleitoral que o parlamentar deixou o partido "de livre e espontânea vontade, ausente qualquer motivo que justificasse tal conduta". Iniciativa que feria, no entendimento do suplente, os termos previstos pela Resolução do TSE n.º 22.610/2007 e justificava a perda do cargo. Por sua vez, Candia alegou, em sua defesa ao TRE, que a "desfiliação foi motivada por grave discriminação pessoal".

"A resolução do Tribunal Superior Eleitoral diz que o mandato é do partido e que essa troca partidária só é permitida havendo justa causa", afirmou Alberto Guimarães a. "Lamento pelo Rogério o fato de assumir o mandato nessas condições, mas ele sabia desde o princípio que não podia trocar. Sou filiado ao PTB de Corumbá desde 1982 e lamento a postura dele com relação ao partido. Mas, vamos trabalhar nesse curto espaço de tempo", disse Guimarães.

A expectativa é que o Tribunal Regional Eleitoral notifique a mesa diretora da Câmara Municipal de Corumbá da destituição de Rogério Candia do cargo de vereador ainda nesta semana. A notificação do TRE, assim que recebida pelo Legislativo, dá prazo de dez dias para a posse do suplente. Alberto de Medeiros Guimarães já ocupou o cargo de vereador por cinco legislaturas.

Rogério Candia não foi localizado, ele é irmão do ex-prefeito de Corumbá, Ricardo Candia - foi eleito em 2008, para seu primeiro mandato, com 1.342 votos.

Deixe seu Comentário

Leia Também

EDUCAÇÃO

Com 4,1 milhões de matrículas, Brasil avança na meta para creches

ECONOMIA

Arrecadação federal chega a R$ 280,63 bilhões em janeiro

GERAL

Governo regulamenta certificação de comunidades terapêuticas

ECONOMIA

Receita abre consulta a lote residual do Imposto de Renda