terça, 16 de julho de 2024

Em pouco mais de um ano, concessionária atendeu mais de 150 mil pessoas na BR-163

15 dezembro 2015 - 08h30Por Assessoria
Após iniciar o segundo ano de operação na BR-163/MS com redução no número de mortos, a CCR MSVia identificou mais um dado relevante no último balanço do Serviço de Atendimento ao Usuário – SAU, divulgado nesta segunda-feira (14/12). Conforme o levantamento, as equipes realizaram 158.167 atendimentos desde o início da operação, em outubro de 2014.

As ocorrências para retirada de objetos na pista ainda lideram as estatísticas. Foram 45.795 casos, o equivalente a 29% do total. Só no mês de novembro, mais de 3 mil resíduos foram recolhidos da pista.

“Cada objeto lançado na pista, independente do tamanho e do tipo, pode gerar um acidente, sem falar do prejuízo ao meio ambiente”, alerta o gestor de Interação com o Cliente da CCR MSVia, Keller Rodrigues. Jogar resíduos na rodovia também pode gerar multa e perda de pontos na Carteira de Habilitação.

Na sequência de eventos estão os atendimentos relativos a socorro mecânico. Foram 41.662 chamados, o que corresponde a mais de 26% do total.

Destes, a maior incidência são os de pane mecânica, com 26.213 casos, ou seja, 16,6%. Logo atrás aparecem as ocorrências de pneu furado (6.362 – 4%), superaquecimento do motor (2.291 – 1,4%), pane elétrica (1.804 – 1,1%), e bateria descarregada (1.062 – 0,7%).

“Pedimos aos motoristas que façam a revisão dos seus veículos regularmente para evitar imprevistos durante a viagem, principalmente nesse período de férias de final de ano, quando a quantidade de atendimentos aumenta devido ao maior número de veículos trafegando pela rodovia”, diz Keller Rodrigues.

Deixe seu Comentário

Leia Também

MEIO AMBIENTE E ENERGIA

Comissão aprova proposta que determina o resgate de animais em situação de maus-tratos

GERAL

Indígena é baleado durante ocupação de fazenda em Mato Grosso do Sul

ECONOMIA

Pesquisa: 46% da população acham que país está melhor este ano

ECONOMIA

Junho registra desaceleração da inflação para todas as faixas de renda