Menu
Busca quarta, 23 de junho de 2021

Declarações de Puccinelii é interpretada como afronta aos indígenas, que mantém o bloqueio na MS-156

09 maio 2012 - 07h23Por Antonio Carlos Ferrari/Itaporanews
Lideranças indígenas das Aldeias Jaguapiru e Bororó, receberam no final da tarde desta terça-feira (08), do governo do estado, a informação de que André Puccinelli não negocia com os indígenas sob pressão, e quer deles a liberação da rodovia MS-156, que liga Dourados a Itaporã.

Por outro lado os indígenas não recuam e mantém bloqueio até o governo cumprir o acordo.

Segundo informações, o governador só virá a Dourados na sexta-feira (11), o que deixou a comunidade indígena bastante irritada. “Quando ele quer votos, ele vem rapidinho, acha tempo, e fala pessoalmente, agora faz isso com o povo indígena”, disse Silvio de Leão Machado, Líder Indígena.

O capitão da aldeia Jaguapiru, Leomar Mariano afirmou que o Governo do Estado não cumpriu o TAC que obriga a realização de obras de recuperação das estradas da Reserva Indígena pelo menos duas vezes por ano como forma de compensação ambiental por causa da obra de duplicação da Rodovia MS-156.

Deixe seu Comentário

Leia Também

CORONAVÍRUS
Mato Grosso do Sul já vacinou 51,8% da população adulta contra Covid-19
BATAGUASSU
Polícia Civil realiza orientações e verificações preventivas em parceria com PRF
CORONAVÍRUS
Sistema de Regulação aponta que de 10 internados em UTI em Campo Grande, 8 são do próprio município
COSTA RICA
Polícia Civil prende em flagrante traficante de drogas pela quarta vez em menos de 2 anos