Menu
Busca domingo, 11 de abril de 2021

Escorpião cai do teto nas costas de mulher em hospital de MS

Escorpião cai do teto nas costas de mulher em hospital de MS

30 janeiro 2015 - 09h00Por G1
A cabeleireira Patrícia Silva de Souza, de 27 anos, foi surpreendida por um escorpião que caiu do teto dentro do Hospital Regional de Campo Grande na tarde de quarta-feira (28). A mulher disse
que estava na recepção do hospital, esperando para realizar exames, quando aconteceu o incidente.

“Estava nas minhas costas e subindo para o meu pescoço. Senti ele na minha pele”, afirmou. Ela disse ter fico "apavorada" com a situação. A direção do Hospital Regional informou que este é o segundo caso de escorpião registrado na unidade neste mês.

O HR disse também que está fazendo, desde o dia 4 de janeiro, uma força-tarefa, que envolve comissão de controle de infecção hospital, CCZ, as empresas que fazem dedetização do hospital e diretoria de enfermagem, com o objetivo de encontrar possíveis focos e isolar o problema.

De acordo com Patrícia, no momento do susto ela estava sentada em uma cadeira. “Estava cansada e com sono, encostei no ombro do meu marido, e senti algo nas minhas costas, achei que era cabelo.
Então levantei minha cabeça e pedi para ele ver. Quando ele viu gritou, e disse para eu não me mexer e quando me virei ele bateu no bicho e disse: olha o que estava nas suas costas”, afirmou Patrícia.

A cabeleireira relatou que no momento não conseguiu ter reação. “Na hora eu não gritei, mas quando vi o bicho no chão eu sai correndo, sai me coçando, não queria ver, fui pegar água para beber e me acalmar. Agradeci a Deus por não ter sido ferida”, contou.

Patricia chamou um responsável para conversar sobre a situação, mas apenas uma profissional de limpeza da unidade de saúde foi retirar o animal do local. “Só veio para levar o bicho”, informou a cabeleireira.

Após a situação inesperada, Patrícia não esconde a indignação por ter acontecido em uma unidade de saúde. “Estou apavorada. A gente vem para um local de saúde e acontece isso. Não estava nem fora do hospital, estava dentro. Senti ele não minha pele, ele podia me ferir a qualquer hora”, afirmou.

Deixe seu Comentário

Leia Também

AGEPEN
Empreendedorismo e empoderamento é destaque em ações realizadas com reeducandas de MS
REGIÃO
PMA de Bela Vista sai para resgate de Jaguatirica atropelada e quando chega o animal já estava morto
INTERNACIONAL
Banco Mundial destina U$ 2 bi para vacinas a países em desenvolvimento
AMAMBAI
Polícia Militar Rodoviária recupera veículo furtado transportando mais de uma tonelada de maconha