sexta, 19 de julho de 2024

Governadores do Brasil Central propõem revisão dos fundos de investimento ao Ministro da Integração

Governadores do Brasil Central propõem revisão dos fundos de investimento ao Ministro da Integração

12 novembro 2015 - 09h45Por Notícias MS
O governador Reinaldo Azambuja e os outros cinco gestores estaduais que integram o Consórcio Brasil Central estiveram reunidos na noite desta terça-feira (11) com o ministro da Interação Nacional, Gilberto Occhi. Na ocasião foram discutidos a revisão dos fundos de investimento. Essa foi a última agenda, do primeiro dia, do 5º Encontro de Governadores.

“A composição politica é importante. Somos seis estados, seis governos de diferentes partidos e que tem uma pauta comum: primeiro fazer uma lógica para flexibilizar investimentos do Fundo Constitucional de Financiamento do Centro-Oeste (FCO); priorizar o que os estados entendem como prioritário, como o eixo de desenvolvimento, que será feito junto com o Ministério da Integração e a Sudeco; e também criarmos um escopo do FCO para agilizar o s investimentos em desenvolvimento, geração de emprego, industrialização, entre outros atrativos”, declarou Reinaldo.

Foi entregue uma carta de intenções com demandas ao ministro, entre elas a inserção de um artigo específico na Resolução de Diretrizes e Prioridades para 2016, que tenha como foco ações definidas pelo consórcio; e destinar parte dos recursos do FCO como empréstimo ao estados e municípios para investimento em infraestrutura e apoio à produção.

“O Brasil Central responde por mais da metade da produção do agronegócio do país, então essa é a nossa força. Temos os mesmo problemas de logística, energia, ferrovia, portos, aeroportos que é o grande gargalo que precisamos resolver. Tenho certeza que na Integração Nacional, com o ministro flexibilizando o conselho de desenvolvimento que cuida do FCO (Condel), poderemos ampliar aquilo que é prioritário para o desenvolvimento regional”, destacou o governador.


Bancada federal do Brasil Central

Na manhã desta quarta-feira (11), os governadores dão continuidade a agenda em Brasília. Uma reunião com a bancada de senadores dos seis estados trata de questões ligadas ao Consórcio de Desenvolvimento Interestadual Brasil Central.

“A reunião é com toda a bancada de senadores dos seis estados. Esse é o caminho: união. Com o Consórcio formalizado, a meta agora é construir uma política regional de prioridades e ter o acesso ao governo federal para usar o que temos de crédito oficial como indutor de desenvolvimento em benefício dos nossos estados”, finalizou Reinaldo.

Deixe seu Comentário

Leia Também

TRABALHO, PREVIDÊNCIA E ASSISTÊNCIA

Projeto prevê possibilidade de trabalho remoto para mulheres em situação de violência doméstica

SAÚDE

Em menos de sete meses, Influenza já mata mais em MS do que todo o ano passado

CIDADE E TRANSPORTES

Projeto obriga seguradora a justificar exclusão de motorista de carga em perfil de risco

REGIÃO

Três irmãos são resgatados em situação de abandono em Ponta Porã