Menu
Busca terça, 11 de maio de 2021

Indios ameaçam fechar a MS 156 em Amambai

06 setembro 2011 - 08h05
Indios ameaçam fechar a MS 156 em Amambai

O Progresso

Parte dos membros da comunidade Indígena da aldeia Limão Verde no município de Amambaí ameaça fechar a MS 156, rodovia que dá acesso a cidade. A ação é uma resposta da comunidade a substituição do indígena Aurélio de Oliveira, diretor da Escola Municipal Indígena Tupã ‘I Ñadeva.


Segundo Ailton de Oliveira, também conhecido como Biguá, cacique rezador da Aldeia, parte da comunidade indígena é contrária a nomeação de um novo diretor, porque não foram consultados a esse respeito e ainda, segundo Biguá, a escola tem regimentos internos que facultam aos membros da comunidade a indicação para o cargo de diretor da escola.


A comunidade, através do Conselho da Associação dos Moradores da Aldeia Limão Verde, já teria encaminhado à Prefeitura de Amambai um documento indicando outros nomes para o cargo de diretor da Escola Indígena, mas segundo Biguá, até o momento, não houve resposta.


O caso


Nelson Castelão, capitão da Aldeia Limão Verde, encaminhou um abaixo assinado à administração municipal, solicitando a substituição do antigo diretor e indicando o nome de Isaias Sanches Martins para o cargo. Os indígenas alegam que o município ouviu apenas parte da comunidade indígena, e não essa como um todo, o que vem gerando atrito entre os próprios membros da comunidade indígena.


A prefeitura


O prefeito Nelson Luiz Lanzarini, disse ao jornal O PROGRESSO que atendeu uma solicitação encaminhada pelo líder da comunidade indígena. “A administração municipal apenas atendeu a um anseio dos indígenas, mas desconhecíamos o fato de apenas parte dela ter sido consultada para a indicação do diretor substituto”, disse Lanzarini.


O prefeito ainda argumentou sobre a necessidade de um consenso entre os membros da comunidade indígena no que diz respeito a indicação do nome para o cargo de diretor da escola indígena, e que a prefeitura está à disposição para resolver o assunto da melhor forma possível, evitando dessa forma o fechamento da MS 156.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE
Covid-19: estados pedem manutenção de financiamento de leitos de UTI
PONTA PORÃ
Após denúncia Polícia Militar apreende contrabando de cigarros em veículo
SAÚDE
EUA autorizam vacina da Pfizer para faixa etária de 12 a 15 anos
POLÍTICA
Guedes diz que reforma administrativa será moderada