sexta, 01 de julho de 2022
REGIÃO

PMA apreende carreta com carga de carvão ilegal, fecha carvoaria e autua carvoeiro e caminhoneiro

24 maio 2022 - 13h30Por PM-MS

Durante fiscalização na área rural do município, Policiais Militares Ambientais de Campo Grande abordaram ontem (23) à tarde, um caminhão Tractor Scania, com uma carreta acoplada, que transportava ilegalmente uma carga de 100 m³ de carvão proveniente de madeira nativa. Ao analisar a documentação da carga, os Policiais verificaram que na nota fiscal constava como se o produto fosse de eucalipto e, de fato, o carvão era proveniente de madeira nativa.

A equipe foi então até a carvoaria de onde saiu o carvão e verificou que a atividade possuía a licença ambiental, porém, a madeira para a produção era toda nativa e, consequente tudo estava ilegal. A carga era transportada sem o Documento de Origem Florestal (DOF). O DOF é o documento ambiental para o transporte, industrialização, comércio e armazenamento de qualquer produto da flora nativo.

Este tipo de transporte de carvão nativo como se o produto fosse proveniente de madeira de eucalipto é feito para burlar a fiscalização, porque para madeira plantada (silvicultura), não há necessidade do Documento de Origem Florestal (DOF). Normalmente isso é feito pelos seguintes motivos: Ou porque o produto transportado é proveniente de desmatamento ilegal; ou para não se pagar a reposição florestal, ou quando se tem o crédito no sistema do órgão gerado por um desmatamento regular, então não há a baixa online e, consequentemente, ficar-se-ia com o crédito para se transportar produto de desmatamentos ilegais. Neste caso, seria o crédito do carvão apreendido não dado baixa, de 100 m³ de carvão.

O veículo, que seguia para Aquidauana, e o carvão foram apreendidos e a carvoaria foi interditada. O dono da carvoaria (53) e o motorista (50), ambos residentes em Nova Andradina, foram autuados administrativamente e foram multados multa de R$ 30.000,00 cada um. Eles responderão por crime ambiental. Se condenados, poderão pegar pena de seis meses a um ano de detenção.

Deixe seu Comentário

Leia Também

SAÚDE

Covid-19: Brasil registra 229 óbitos e 64,36 mil casos em 24h

TEMPO

Mato Grosso do Sul deve ter clima estável nesta primeira semana do inverno

GERAL

Receita Federal deixa de exigir autenticação de documentos

POLÍTICA

Rodrigo Pacheco defende parceria entre Poderes em favor da sociedade